Porto Alegre, terça, 24 de maio de 2022
img

PSDB segue roteiro pró-Tebet e contra Doria, que insiste em candidatura até o fim; Folha de São Paulo

Detalhes Notícia
Resistência de apoiadores de Leite pode levar imbróglio da terceira via até a convenção tucana. Os presidenciáveis João Doria (PSDB) e Simone Tebet (MDB) durante encontro em SP, em dezembro de 2021 - Crédito @Conjuntura Online no Twitter

 

 

Diante da saída da União Brasil das negociação de partidos da terceira via, o PSDB optou por manter as conversas com MDB e Cidadania, seguindo um roteiro que deve levar à queda de João Doria (PSDB) e escolha de Simone Tebet (MDB) —e que já vem provocando reações no partido.

Aliados de Doria afirmam não haver chance de que o ex-governador desista e pregam que o PSDB tenha uma candidatura própria, conforme definido nas prévias de novembro vencidas pelo paulista. Eles consideram Doria mais competitivo que Tebet.

Já entusiastas do ex-governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB) também dizem preferir uma candidatura própria, mas não a de Doria —que, na visão deles, prejudicaria a eleição de candidatos a governador e a deputado.

Cresce no partido a cobrança para que tucanos tenham coragem de demonstrar oposição à candidatura de Doria. A costura de uma solução política, afirmam os adversários do paulista, poderia construir outra candidatura tucana em vez de delegar para a terceira via a derrubada de Doria.

Leia mais na Folha de São Paulo