Porto Alegre, sábado, 02 de julho de 2022
img

A 'inflação oculta' de produtos do dia a dia que deve afetar seu bolso com aumento nos combustíveis; BBC

Detalhes Notícia
Gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro e o diesel, de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro CRÉDITO,GETTY IMAGES

 

 

O aumento de 5,18% no litro da gasolina e de 14,26% no valor do diesel não impacta apenas donos de veículos. Setores importantes da economia deverão repassar a alta dos combustíveis a seus produtos nos próximos meses.

Preços em áreas cruciais para o dia a dia do brasileiro como transporte, alimentação, vestuário e construção civil devem ter elevação, agravando a pressão inflacionária dos últimos meses.

O preço médio de venda de gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro.

O valor cobrado nos postos depende de impostos e das margens de lucro dos distribuidores e revendedores.

“O que vai acontecer basicamente é que as pessoas vão ter uma vida mais cara, porque vai ficar mais caro se deslocar”, diz Juliana Inhaz, professora no Insper.

Leia mais em BBC