Porto Alegre, sexta, 19 de agosto de 2022
img

Grupo de notáveis propõe licença limitada para gastar e nova proteção social ao próximo governo, por Adriana Fernandes/O Estado de São Paulo

Detalhes Notícia
Documento de grupo que se diz apartidário inclui novo programa de proteção social, com substituição do Auxílio Brasil, reforma do Estado e licença temporária para gastar. Bernard Appy, do Centro de Cidadania Fiscal, é um dos economistas que assina o documento; ele afirma que propostas são para um governo comprometido com a democracia Foto: Gabriela Biló/Estadão - 17/7/2019

 

 

Preocupado com os riscos à democracia e ao desenvolvimento do Brasil e a dois meses das eleições, um grupo de especialistas renomados do País divulga nesta sexta-feira, 5, documento com propostas para o próximo governo.

Batizado de “Contribuições para um governo democrático e progressista”, o texto de 68 páginas abarca um leque amplo de sugestões, como a criação de um programa para ampliação temporária de despesas fora do teto de gastos e de uma nova rede de proteção aos mais vulneráveis, em substituição ao Auxílio Brasil.

O “Grupo dos Seis”, como vem sendo chamado, é formado pelos economistas Bernard Appy, Pérsio Arida, Francisco Gaetani e Marcelo Medeiros, pelo advogado Carlos Ari Sundfeld e pelo cientista político Sérgio Fausto.

Leia mais em O Estado de São Paulo