Porto Alegre, domingo, 14 de agosto de 2022
img

Israel e Suíça registram primeiros casos de varíola do macaco enquanto Espanha compra vacinas; RFI

Detalhes Notícia
Visão no microscópio de tecido infectado pelo vírus da varíola do macaco. © Public Health Image Library CDC

 

 

Israel e Suíça registraram neste sábado (21) os primeiros casos de varíola do macaco em seus territórios. Outros casos da doença, que é endêmica no centro e no oeste da África, foram confirmados no começo da semana na Europa e na América do Norte. O Centro europeu de prevenção e controle de doenças (ECDC) não descarta vacinação para deter possível epidemia. A Espanha, país europeu mais afetado, já encomendou milhões de doses do imunizante para varíola.

O israelense contaminado é um homem de 30 anos que voltou recentemente da Europa, de acordo com um porta-voz do hospital Ichilov de Tel Aviv. Na sexta-feira (20), o ministério de Saúde israelense informou que o homem, que tem sintomas leves, teve contato com um doente durante a viagem.

Na Suíça, o primeiro caso é de uma pessoa do cantão de Berna que também voltou de uma viagem a outro país. Um mapeamento dos contatos do paciente, para identificar eventuais cadeias de transmissão foi realizado, de acordo com as autroidades locais em um comunicado. A pessoa infectada está em isolamento em seu domicílio e todos os contatos foram informados, de acordo com a mesma fonte.

Leia mais em RFI